NOTÍCIAS

14-10 - Raio-x faz mal à saúde?

compartilhe:

O raio-X é um dos exames mais tradicionais no cuidado que temos com a nossa saúde.
Ele pode ser usado em técnicas de tomografia, radiologia, mamografia e, especialmente,
radiografias odontológicas.

Apesar de ter revolucionado, significativamente, a maneira como médicos e
profissionais da saúde realizam diagnósticos, os raio-X também começaram a aumentar
a insegurança que temos com relação a seus efeitos colaterais, especialmente quando a
exposição a esse tipo de irradiação é longa e feita sem proteção.

Muitas pessoas afirmam que realizar exames de raio-X pode ser perigoso para a saúde,
mas será que essa afirmação é verdadeira? Vamos discutir o assunto no artigo abaixo.
Confira!

Afinal, fazer exames de raio-x faz mal?

Os exames de raio-x, quando realizados com a proteção necessária e em uma frequência
segura, não oferecem riscos para a saúde de qualquer paciente. Isso porque a emissão de
irradiação, na grande maioria dos exames, especialmente nos odontológicos, é muito
baixa. Por isso, afirmar que a realização desses exames, que também não são solicitados
com uma frequência muito alta por médicos e dentistas, é um risco para a saúde, é uma
opinião equivocada.

É verdade que estamos sempre expostos a qualquer tipo de
radiação?

Colocar a culpa do nosso contato com a irradiação nos exames de raio-X também é uma
afirmação que não está correta, afinal, estamos diariamente expostos a qualquer tipo de
radiação ao longo de nossas rotinas. O ambiente, os alimentos, nosso corpo e até a
própria Terra emitem radiação, que são muito similares aos usados em exames médicos
e odontológicos.

Essa exposição à radiação também pode variar de acordo com o ambiente onde o
indivíduo vive e até o estilo de vida que ele leva. Exatamente por esse motivo é que uma
simples emissão controlada de raio-X durante um exame não deve ser considerada
extremamente preocupante para a nossa saúde.

A radiação dos exames é sempre a mesma?

Vale reforçar, também, que, mesmo sendo realizados com radiações baixas, os exames
contam com uma variação na intensidade das radiações, que podem ajudar a classificar
a frequência com a qual eles devem ser realizados. Os médicos e dentistas, portanto, se
baseiam nessas informações para fazer indicações seguras e eficientes para seus
pacientes.

Existem pacientes que não podem ser expostos às
radiações?

O uso do raio-X sempre deve ser priorizado quando o benefício que esse exame fornece
for maior do que um potencial risco da exposição de um paciente à técnica. Exatamente
por esse motivo é que gestantes e crianças podem realizar esse exame, desde que o
profissional da saúde - médico ou dentista - julgar que existe um grande benefício em
fazê-lo.

Como a exposição aos raios é feita com equipamentos modernos e muita proteção, não
existe risco caso o profissional da saúde esteja de acordo com a realização do exame.
Vale a pena reforçar, entretanto, que gestantes sempre devem informar seus médicos
sobre a gravidez, caso eles indiquem um possível exame de raio-x. Dessa forma, ele
pode avaliar os benefícios dessa escolha.

A realização de exames de raio-x pode ser fundamental para fechar um diagnóstico e
melhorar a qualidade dos tratamentos propostos por médicos e dentistas. Por isso é que
passar por esses exames - de maneira segura - não deve ser uma situação preocupante
para nenhum paciente.

Você se sente inseguro ao fazer um exame de raio-x? Esse artigo lhe ajudou a tirar
suas dúvidas sobre o assunto? Conte para a gente!